Demonstrações racistas contra os imigrantes Sudaneses em Israel, designados de ‘infiltradores’, mostram que o racismo do Estado de Israel continua a influenciar a sua população, e contagia os seus habitantes com xenofobia e ultra-nacionalismo. É interessante ver que o Estado de Israel está pronto a albergar Judeus- desde que não sejam negros.