Em 7 minutos, podemos aprender através deste vídeo o que é um verdadeiro sindicato, neste caso, o SAT da Andaluzia (Sindicato Andaluz de Trabajadores).
Gordillo do SAT com outros sindicalistas
Gordillo do SAT com outros sindicalistas
O SAT é verdadeiramente apreciado por muitos habitantes da Andaluzia
O SAT é verdadeiramente apreciado por muitos habitantes da Andaluzia
Não devemos sobretudo confundir o SAT com os sindicatos domesticados que por aí andam em Portugal: Este sindicato não recebe dinheiro do Estado, e oferece soluções que não se restringem à esfera institucional. Os seus lideres são perseguidos pela polícia, não protegidos por ela. Os seus membros são difamados pelos governantes, em vez de serem elogiados por eles. Enquanto que em Portugal ainda existem pessoas (nomeadamente no seio dos ‘movimentos sociais’ e dos ‘sindicatos’) para quem a palavra ‘Cerco’ é demasiado radical (esses hipócritas que cumprem a função de ‘Guardiões do Portão‘), em Espanha o SAT ocupa quintas e prédios abandonados. O vídeo sobre o SAT pode ser visto aqui:

Entretanto, em Portugal, vários governantes defendem a utilidade dos sindicatos domesticados, argumentando que a sua função como mecanismo de controle social é central para a ‘paz social’ (ler, para que os trabalhadores sejam explorados sem se conseguirem defender):

João Silva Jordão

WebRep
currentVote
noRating
noWeight