O Ocidente nas Areias Movediças

Os Estados Unidos da América e a União Europeia estão desesperadamente a tentar preservar a hegemonia Ocidental.

Aumentam a despesa militar, mas acabam por gastar dinheiro em aviões caça incrivelmente caros e incrivelmente complexos, mas que nem são capazes de voar.

Durante os últimos 16 anos, em média, a cada dois anos começam uma nova guerra, diretamente ou indiretamente; mas a cada guerra que começam, vêm-se obrigados a começar mais duas.

Tentam ficar mais unidos contra o resto do mundo através de maior integração da União Europeia, apostar na NATO e introduzir o TTIP, mas quanto mais tentam centralizar o poder, mais acabam por enfraquecê-lo.

Tentam manter o seu controle da Internet, mas acabam por criar tantas agências de segurança e vigilância que é impossível ter uma estratégia coesa e eficaz, tornando a Internet, já pela sua natureza complexa, ainda mais perigosa, incontrolável e potencialmente subversiva.

Empobrecem os seus trabalhadores para serem “mais competitivos”, mas acabam por enfraquecer a própria população, sabotando a capacidade de manter a sua posição de liderança global.

E no meio de tanta estratégia, tantos planos megalómanos, tantos estudos, tantos ‘think-tanks‘, tantas opiniões, tanta tinta, a força mais forte acaba sempre por ser o individualismo selvagem, esse mesmo individualismo que sempre nos disseram ser a nossa grande força. A sociedade desintegra-se cada vez mais, a quanto mais se desintegra, mais leis inúteis e incompreensíveis são introduzidas para que esta não arrebente pelas costuras. Disse Nicolás Gómez Dávila que “As sociedades moribundas acumulam leis como os homens que estão a morrer acumulam remédios”.

Nero toca Harpa
Nero toca harpa enquanto que Roma arde…

Diz-se que Nero tocava calmamente a sua harpa enquanto que via Roma a arder. Sabemos hoje que Donald Trump joga golfe enquanto que crianças morrem por debaixo dos escombros na Síria. Primeiro como tragédia, depois como farsa. Primeiro a harpa. Depois o golfe.

Trump joga golfe
…e Donal Trump joga golfe

No Ocidente, a cada vez que se a classe dominante se mexe, mais se afunda nas areias movediças que são os ciclos históricos.

O Ocidente nem sempre dominou. Durante os últimos séculos, foi a nossa vez. No passado houveram outros a dominar; Babilónia, Egipto, Grécia, Roma, Otomanos, China, Mongólia. Todos tiveram a sua vez. Caíram todos. Agora parece que vamos ser nós a cair. É evidente, o Ocidente já não tem o que é preciso para liderar, se é que alguma vez teve. Resta saber se vai saber passar o poder sem levar o mundo inteiro consigo na sua espiral autodestrutiva.

Lembro-me de um verso de um livro de que gosto muito que diz:

“Aqueles que vieram antes de vocês também tinham grandes planos, mas Deus destruiu os edifícios deles pelos alicerces, e o telhado caiu em cima deles, e o castigo veio de onde eles não estavam à espera” (16:26).

João Silva Jordão

Advertisements

2 thoughts on “O Ocidente nas Areias Movediças

  1. voza0db says:

    Boas 😉

    Sempre existiu “individualismo selvagem”, daí a Umanidade estar na mesma condição há milhares e milhares de anos!

    Apenas referiste as marionetas “Trump”, “políticos”… Os DONOS ficaram na sombra!

    E são os DONOS que, UNIDOS há séculos, promovem a divisão dos escravos boçais.

    No meu espaço de delírio virtual já escrevi que apenas existe uma solução para resolver o problema da Umanidade, comprovado que está que esta é incapaz de evoluir… que é esta!

    Be 😎

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s